O que fazer em João Pessoa

O que fazer em João Pessoa

O município de João Pessoa, capital do estado da Paraíba, foi fundado em 1585 e é uma das cidades mais antigas do país. Tantos anos de história tornam a cidade uma das capitais mais interessantes de se visitar, mesmo não sendo o destino mais procurado do Nordeste. A cidade possui inúmeras atrações e neste post vamos abordar o que um viajante precisa saber sobre o que fazer em João Pessoa.

Jampa, como também é conhecida a cidade de João Pessoa, além de proporcionar ao turista o encontro com a natureza exuberante de suas praias e piscinas naturais, também é igualmente rica historicamente. A terceira capital mais antiga do Brasil possui um centro histórico conservado que permite ao viajante uma visita ao passado paraibano.

Vamos descobrir o que fazer em João Pessoa:

Artesanato

Para quem desejar levar lembranças da cidade, uma boa pedida é escolher uma peça de artesanato local. Este tipo de comércio é forte em João Pessoa, principalmente no Mercado de Artesanato Paraibano. O prédio oferece uma grande variedade de produtos, preenchendo vários andares com lojas de produtos artesanais. Além de ser um ponto obrigatório para os amantes de compras, oferece uma oportunidade ao turista de conhecer mais a cultura paraibana.

Outra opção também é a Feirinha de Tambaú. A feira existe desde os anos 80 e de acordo com o passar do tempo, deu origem a um circuito de bares famoso na vida noturna da cidade. A atração conta com 45 boxes de artesãos e também, boxes para comercializar as maravilhas gastronômicas do Nordeste como tapiocas, carne de sol ou macaxeira.

Estação Cabo Branco

O complexo de prédios que maravilham a todos do ponto de vista arquitetônicos foi projetado pelo arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer. O espaço é ocupado por obras artísticas que aproximam o público das artes, ciências e cultura através de brinquedos educativos, oficinas e exposições. Além disso, a Estação Cabo Branco possui também um planetário que oferece observação dos astros aos domingos.

Estação Cabo Branco. Foto: Cácio Murilo/MinTur

Centro Histórico

As centenas de anos de história de João Pessoa estão refletidas no Centro Histórico da cidade. O viajante deve reservar pelo menos uma tarde para visitar a região que abriga pontos turísticos como a Igreja Nossa Senhora do Carmo, construída no estilo barroco pelas carmelitas. Além disso, está localizado ali o Sobrado de Azulejos que é conhecido por ser completamente revestido de azulejos azuis portugueses. A sede do governo estadual atualmente se encontra no Palácio da Redenção, um marco arquitetônico da cidade, erguido pelos jesuítas no século XVI e também merece uma visita.

O complexo do Centro Cultural São Francisco abriga a Igreja de São Francisco, o Convento de Santo Antônio, um museu e algumas capelas, incluindo a Capela Dourada que tem o teto coberto por uma estrutura de ouro. O centro cultural oferece uma visita guiada pela igreja por um valor simbólico que ajuda na manutenção da igreja e de suas estruturas.

Pôr-do-Sol na Praia do Jacaré

Um dos eventos marcantes da cidade é assistir ao pôr-do-Sol na praia do Jacaré, acompanhado de música ao vivo e uma paisagem impressionante. O artista independente Jurandir do Sax começou suas apresentações nos anos 2000 em uma canoa no mar da praia e ali, tocava todos os dias o seu Bolero de Ravel. O local, que não era tão frequentado, passou a atrair multidões o que incentivou o comércio e a vida noturna do lugar. Hoje em dia, é possível presenciar o espetáculo comprando ingresso para o passeio de barco, que ao final da tarde, para na orla da praia para assistir à apresentação.

Praias

Por ser uma cidade litorânea, não podemos deixar de mencionar as suas praias. O verão do Nordeste promete praias maravilhosas acompanhadas de mar com águas mais aquecidas durante o período de Dezembro até Março. E também é durante este período que as águas de João Pessoa adquirem tom cristalino e azulado que encanta os turistas.

A cidade possui diversas praias que agradam a todos os gostos como, por exemplo, a Praia de Tambaú, a Praia de Camboinha e a Praia do Bessa. As principais praias oferecem estrutura com quiosques, comércio e aluguel de guarda-sóis na orla. Um local muito interessante de se visitar é a Ponta do Seixas, o ponto mais oriental das Américas, que dá à João Pessoa o apelido de cidade oriental, além de ser o ponto de acesso mais fácil as piscinas naturais do município.

Na praia de Tambaú, está localizado o Projeto Tartarugas Urbanas. O projeto independente começou quando vários ninhos de tartarugas foram encontrados na areia da Praia de Cebedelo e tem como objetivo proteger as tartarugas em seus ninhos e durante o período de desova. A ONG se mantém com o trabalho de voluntários e comércio de artesanato.

Placa na Praia de Tambaú. Foto: Cácio Murilo/MinTur

Ilha da Areia Vermelha

A famosa Ilha da Areia Vermelha é um imenso banco de areia, por isso a associação com o nome ilha, que surge durante os períodos de maré baixa. O turista que der sorte de ver o fenômeno observará uma ilha com areia em tom avermelhado devido a sua proximidade com corais. Saindo da Praia de Camboinha, o turista pode optar por chegar até o local através de passeios com catamarãs ou lanchas. Mesmo não sendo uma ilha de verdade, a Ilha da Areia Vermelha não carece de estruturas para deixar o viajante confortável enquanto aproveita o mar nordestino.

Piscinas Naturais

As piscinas naturais de João Pessoa aparecem, assim como a Ilha da Areia Vermelha, nos períodos de maré baixa. Partindo da Praia de Tambaú, catamarãs e barcos saem em direção às piscinas mais procuradas na cidade, as piscinas naturais de Picãozinho e Seixas. Devido à sua proximidade aos corais, o passeio permite o contato com peixes e outros animais marinhos nas águas cristalinas.

Com tantas opções do que fazer em João Pessoa vocês está esperando o que para programar a sua viagem? =)