O que fazer em Portugal

O que fazer em Portugal: quais cidades você deve visitar e porque

Portugal, lar que influenciou muito de nossa história brasileira, seja em arquitetura ou até literatura. É um lugar lindo, apesar de não tão divulgado quanto outros cantos, por isso surge a dúvida: o que fazer em Portugal?

Afinal, é um país com diversas, e belas, cidades, cheia de pontos turísticos e marcos históricos.

Quer saber o que fazer em Portugal, nesse mar de opções? Prossiga com a leitura do artigo e veja algumas indicações – e motivos.

O que fazer em Portugal: Por que?

Principalmente, nossa proximidade de cultura – e claro, linguagem. É um local rico em diversos aspectos culturais, além de nossa história estar muito entrelaçada.

Além disso, possui um baixo custo em comparação com outros países da Europa. Hospedagem e alimentação em conta, viagem mais econômica e refeições completas em média de 10 euros (próximo de 50 reais).

E aqui trarei algumas cidades que você deve conhecer (e o porquê).

Norte do País

Cidade do Porto

Um lugar para quem busca história e boa culinária: o Centro antigo de Porto e Vila Nova de Gaia. Para começar, a sensacional Sal Árabe no Palácio da Bolsa, ponto essencial para iniciar a viagem pelo local.

Aqui, pare na Catedral da Sé, aproveite a vista, e depois atravesse a pé a Ponte D. Luís VI até a Vila Nova de Gaia. Depois de descer a ponte pelo Teléferico, 5 euros (24 reais), desfrute do melhor da cidade: sua vista.

Outra coisa boa é com certeza sua culinária. Em Vila Nova, no outro lado do Rio Douro, aproveite as cavas do vinho do Porto e restaurantes ao ar livre (satisfaça com o Bacalhau).

Outro ponto histórico recomendado: Castelo de Santa Catarina.

Guimarães

Boa para casais, mas nada impede de ir sozinho. É a capital da cultura do lado Norte do país, onde começou a unificação de Portugal – para assim, de fato, se tornar reino.

Lá você pode conhecer o Paço dos Duques (antigo lar de ninguém menos que membros da família real). Combine história e culinária visitando o Largo da Oliveira ou a Praça S. Tiago, aproveitando de tapas, crepes e muito mais.

Outro ponto histórico (e boa acomodação): Mosteiro de Guimarães.

Coimbra

Para quem é aficionado por elementos culturais e de literatura, aqui vai pirar. Reconhecida por sua famosa universidade, é lá que se encontra a biblioteca que inspirou J.K. Rowling a criar Hogwarts (isso mesmo!).

Além disso, possui um bom roteiro, pois em 1 dia você pode aproveitar o local. No entanto, nada impede de ficar um pouco mais.

Outro ponto histórico: Quinta das Lágrimas, a chance de ter uma bela aula de história da coroa.

Fátima

É uma pessoa devota? Então Portugal tem espaço em seu coração na histórica cidade de Fátima. Lá é palco de uma das maiores peregrinações cristãs do planeta ao Santuário de Fátima.

Aproveite os dias 12 e 13 de maio (Procissão das Velas e do Adeus), além do dia 13 de outubro.

9 PASSOS PARA ORGANIZAR UMA VIAGEM PARA A EUROPA

Centro do país

Lisboa

Sabe aqueles carrinhos típicos da Tailândia, os Tuk Tuk? Não precisa ir para lá não, em Lisboa, aqui do lado, tem. Aproveite eles para um passeio pelo Róssio, descendo até a Praça do Comércio.

E não esqueça do Elevador de Santa Justa, o Café a Brasileira e a livraria Bertrand. Cultura, turismo e culinária em um único ponto, é pedir muito?

Outro ponto histórico: Castelo de São Jorge.

Belém

Opção obrigatória para quem busca aproveitar a culinária. Famoso pelos Pastéis de Belém, com um restaurante ótimo ao lado, o Sagitário, famoso por servir um bolinho de bacalhau sensacional.

E falando em comida, não perca a chance de dar uma parada no Mercado da Ribeira, lar dos melhores restaurantes, segundo a revista Time Out.

Não é uma cidade (bairro de Lisboa), mas merece um tópico só seu.

Outro ponto histórico: Mosteiro dos Jerônimos.

Sintra

Localizado a 30 minutos da capital, é um lugar que tem “só”: Castelo dos Mouros, o Palácio da Pena, a Quinta da Regaleira e um travesseirinho de Sintra para comer. E não esqueça o Cabo da Roca ao pôr do sol.

É muita história e beleza num lugar só!

Outro ponto histórico: qualquer local com arquitetura gótica na cidade.

Sul de Portugal

Setúbal

Para terminar, um pouco de beleza natural, a praia sensacional de Sétubal, com distância de apenas 40 minutos da capital.

Seu Parque Nacional da Arrábida guarda belezas como a Praia de Galápos e a Costa Vicentina. Não é necessário dizer que é parada obrigatória que nem todas as outras.

Outro ponto obrigatório: Casa Palmela (e sua vinícola própria).

Agora você sabe o que fazer em Portugal e, principalmente, viajará para Portugal? Duvido muito que não, por isso, aproveite a melhor época e prepare as malas – e o bolso.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE...